Dilma ouve do presidente da CGTB que obras e serviços do governo são de péssima qualidade

Presidenta Dilma Rousseff engole seco as verdades ditas pelo presidente da CGTB, o Bira durante reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Presidenta Dilma Rousseff engole seco as verdades ditas pelo presidente da CGTB, o Bira durante reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Demonstrando que a classe trabalhadora brasileira, ao contrario do que pensava o governo, estão sim muito bem representados, classe essa que diga-se de passagem, vem há anos patrocinando e financiando a maioria das obras e projetos que são desenvolvidos no Brasil, seja pelo governo federal, estadual, municipal ou até mesmo por empresa particulares que diariamente encaminham pedidos de liberação de recursos para o conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS para serem aplicados nos mais diversos setores, como por exemplo, nas obras da Copa do Mundo e obras do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC do governo federal onde todas estão sendo executadas através de recursos disponibilizados pelo FGTS que nada mais é recursos advindo dos trabalhadores que estão sendo gerenciados pela Caixa Econômica Federa. No último dia 16 de abril, ao usar a palavra durante a reunião Plena do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, que contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff, o presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB Ubiraci Dantas de Oliveira, o Bira, lavou a alma dos trabalhadores ao, sem receios e medo algum, disse em alto e bom tom que os trabalhadores e a CGTB estão preocupados com a situação dos atuais serviços públicos que estão sendo executados no Brasil. “Na mobilidade urbana a situação está lamentável, milhões de trabalhadores gastam em média de duas a três horas dentro de um ônibus para ir ao trabalho e igual tempo para voltar ao seu lar. Ônibus superlotados, em péssima qualidade, com frotas caindo aos pedaços em várias regiões do país. Saúde lamentável, educação fraca, segurança péssima qualidade e assim acontece sucessivamente em todos os setores”, afirma Bira.
Confira no vídeo a baixo o discurso na integra do presidente da CGTB, o Bira durante a 42ª Reunião Plenária do CDES que debateu os pactos propostos pelo governo federal no contexto das manifestações ocorridas em junho de 2013.

Deixe uma resposta