Plano Nacional de Benefícios

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5tVSJpH7t7I#t=178[/youtube]

Pesquisa realizada em fevereiro deste ano e divulgada nesta semana onde revela que, ter um plano de saúde é o terceiro maior desejo dos brasileiros. A avaliação demonstra que a Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas nas Cooperativas no Brasil – Fenatracoop está no caminho certo quando se preocupou em fechar em nível nacional um plano de benefícios que compreende plano de saúde Unimed, plano odontológico Prodent e plano de seguro de vida e residencial que agora esta sendo disponibilizado às cooperativas para atender a demanda de seus trabalhadores. A constatação faz parte de uma pesquisa realizada pelo Datafolha, a pedido do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).
De acordo com a pesquisa, 96% dos entrevistados “concordam totalmente ou em parte” que “quem conta com plano de saúde tem mais segurança, no caso de doença ou acidente”, o mesmo índice de concordância para as frases de que o plano “é essencial” e “é essencial para quem tem filhos pequenos”. O levantamento, divulgado nesta terça-feira, constata que entre os principais motivos para se ter (ou desejar) um plano, entre aqueles que não contam com o benefício, estão: a qualidade do atendimento dos planos de saúde (47%); a saúde pública é precária e o cidadão não quer depender do SUS (39%); e por segurança, para sentir-se tranquilo em caso de doença (18%). As respostas eram múltiplas e o entrevistado podia indicar mais de uma razão.
O presidente da Fenatracoop Mauri Viana ficou sabendo dos dados da pesquisa Datafolha na tarde desta quinta-feira (8/8), quando realizava uma reunião que contou com a participação do gerente de Relações Humanas (RH) da cooperativa Cocamar de Maringá-Pr, Marçal Siqueira, o gerente de mercado da Unimed Centro Oeste Tocantins Hamilton Oki e o coordenador do plano nacional de benefícios da Fenatracoop Ricardo Augusto. “Essa avaliação não podia ter sido divulgado em momento mais oportuno. Os gerentes dos Recursos Humanos e a direção das cooperativas precisam entender de uma vez que, antes de iniciarmos um projeto, procuramos primeiro fazer um levantamento com nossos companheiros trabalhadores para sabermos quais as reais necessidades dos companheiros. Essa pesquisa do Datafolha só veio confirmar o que já sabíamos, tanto que após saber da necessidade, passamos a trabalhar para fechar um amplo e moderno plano de benefícios e depois de um ano de muito trabalho conseguimos fechar um excelente plano que contempla plano de saúde com a Unimed, plano odontológico com a empresa Prodent, seguro de vida e residencial com a empresa Generali Brasil Seguros num valor muito abaixo do praticado no mercado”, comemora Viana ao revelar que para ter esse plano de benefícios, os investimentos são na ordem de R$ 162, sendo que este valor poderá ser dividido em três partes: cooperativas, sindicatos e trabalhadores.
LEVANTAMENTO
A pesquisa Datafolha ouviu, em fevereiro deste ano, 3,32 mil pessoas, entre beneficiários e não beneficiários, em nove regiões metropolitanas (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre, Brasília e Manaus). A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

DSC0071

Deixe uma resposta